Nossos Parceiros

sexta-feira, 10 de março de 2017

Programa gaúcho vai combater oscilação da produção e do preço da erva-mate

Hoje, quando o plantio da erva-mate não está lucrativo, é comum que o produtor faça a substituição por produtos mais rentáveis como a soja, e depois com um mercado melhor volte a cultivar a erva-mate.
Para evitar a oscilação de produção, que também interfere no preço, foi criado o Programa Gaúcho para a Qualidade e Valorização da Erva-mate - Programa Estadual da Silvicultura.O tema foi abordado no 10º Fórum Florestal do RS, realizado ontem na Expodireto.
O diretor técnico da Emater/Rs-Ascar, Lino Moura explicou que o programa foi desenvolvido junto ao cinco polos onde a erva-mate tem uma importância econômica e social muito grande que são Venâncio Aires, Ilópolis, Arvorezinha, Machadinho, Palmeira das Missões e Erechim.Ele contou que a indústria, os produtores e os viveiristas exigem melhorias na cadeia produtiva.
O programa vai fazer com que todos os elos tenham mais lucratividade, além qualificar a produção da erva-mate.O consumidor também vai ter acesso a um produto seguro e com menos oscilação de preços.
O técnico Moura disse que o produtor tem que olhar para frente e não para só o que deu certo no passado.Hoje o plantio dos ervais ainda é rentável e permite o cultivo com outras culturas, como a soja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros