Nossos Parceiros

quinta-feira, 9 de março de 2017

Médicos suspeitos de cobrarem por partos no SUS são soltos no RS

Médico faz cobrança ilegal de procedimento ilegal
em vídeo gravado pela PF (Foto: Reprodução/PF)
Os dois médicos que foram presos pela Polícia Federal na segunda-feira (6) em Itaqui, na Fronteira Oeste, suspeitos de cobrarem por procedimentos médicos cobertos pelo Sistema Ùnico de Saúde (SUS) deixaram a Penitenciária Modulada de Uruguaiana, na quarta-feira (8).
Os médicos Alfonso Aquim Vargas e José Solano Barreto de Oliveira pagaram cada um, uma fiança de R$ 60 mil, e devem se apresentar ao judiciário a cada dois meses, no período em que respondem ao processo em liberdade. Foi determinado ainda pela Justiça Federal a suspensão temporária do registro de cada um deles junto ao Conselho Regional de Medicina.
Conforme investigação da PF, os dois são suspeitos de cobrar pela realização de cirurgias cesáreas e outros procedimentos. As mulheres dizem que eram induzidas a pagar, e quem não tinha condições de arcar com as cobranças de até R$ 1,8 mil ficava em trabalho de parto por dias. Conforme a polícia, existem relatos de sequelas e até uma morte de criança por conta da demora no nascimento.
De acordo com a investigação, o esquema, que envolveu ainda a secretária de um dos médicos e um anestesista, teria movimentado mais de R$ 1 milhão.

Fonte:G1RS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens que talvez você não viu!!!

Nossos Parceiros